Defensoria de Itajaí recomenda que município faça a busca ativa da população em situação de rua que ainda não foi vacinada contra a Covid-19

Defensoria de Itajaí recomenda que município faça a busca ativa da população em situação de rua que ainda não foi vacinada contra a Covid-19

20/08/2021 Notícias 0

A 7ª Defensoria Pública de Itajaí, por meio do defensor público Fernando André Pinto de Oliveira Filho, enviou recomendação à Prefeitura local para que a Secretaria Municipal de Saúde realize a busca ativa da população em situação de rua para viabilizar a vacinação contra a Covid-19 desse coletivo. De acordo com o defensor, das 348 doses de imunizantes encaminhadas para atender esse grupo populacional no município de Itajaí, foram aplicadas somente 160 doses em pessoas em situação de rua, sendo 88 como primeira dose e 72 como segunda dose.

A recomendação segue a sugestão de atuação coordenada e orientação dos Núcleos Especializados a Infância e Juventude, Direitos da Pessoa Idosa e da Pessoa com Deficiência – NIJID e de Cidadania, Igualdade, Diversidade, Direitos Humanos e Coletivos – NUCIDH, referente à adoção de ações específicas para utilização das doses já encaminhadas aos municípios para vacinação da população de rua em Santa Catarina e que não estão sendo utilizadas.

De acordo com o defensor Fernando André, a busca ativa para viabilizar a vacinação efetiva dessa população deve ser realizada em locais em que há concentração do grupo e deve indicar expressamente ao cidadão, no dia da primeira dose, a data e o local em que deverá se dirigir para realizar a segunda dose da vacina, considerando especificamente a realidade desse grupo populacional, que inclui diversas pessoas com transtorno mental e a possibilidade de perda do cartão da vacinação.