Defensoria Pública de Itajaí questiona Secretaria Municipal de Saúde sobre prioridade de vacinação de profissionais que não estão na linha de frente do combate à pandemia

Defensoria Pública de Itajaí questiona Secretaria Municipal de Saúde sobre prioridade de vacinação de profissionais que não estão na linha de frente do combate à pandemia

10/02/2021 Notícias 0

O defensor público Fernando André Pinto de Oliveira Filho, da 7ª Defensoria Pública de Itajaí, encaminhou ofício ao secretário municipal de Saúde, Emerson Roberto Duarte, questionando acerca da prioridade do município à imunização de profissionais de saúde que não estão trabalhando diretamente no enfrentamento à pandemia, em detrimento de outros grupos vulneráveis, como o dos idosos. 

O Ministério da Saúde encaminhou ofício às secretarias estaduais e municipais de Saúde, esta semana, explicando que não são todos os profissionais que devem ser vacinados neste primeiro momento, mas somente aqueles envolvidos na linha de frente do combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus, mediante comprovação de tal vínculo. 

Segundo dados do próprio município, 28% das doses aplicadas foram direcionadas a profissionais de saúde da atenção básica e especializada, que não fazem parte da linha de frente do combate à Covid-19.

A Defensoria Pública questionou quem são e quantos são os profissionais de saúde que estão recebendo as doses sem integrarem a linha de frente, e se todos os profissionais de saúde serão vacinados ainda na primeira etapa do plano de imunização. O ofício foi enviado no âmbito do Procedimento Administrativo de Tutela Coletiva – PAC 001/2021 já instaurado pela Defensoria Pública em Itajaí. O secretário municipal de Saúde tem três dias para prestar as informações.