Defensoria Pública de SC institui o seu Centro de Estudos, Capacitação e Aperfeiçoamento

Defensoria Pública de SC institui o seu Centro de Estudos, Capacitação e Aperfeiçoamento

01/02/2021 Notícias 0

A Defensoria Pública do Estado de Santa Catarina instituiu, no último dia 25 de janeiro, o seu Centro de Estudos, Capacitação e Aperfeiçoamento – CECADEP, que terá como coordenador científico o defensor público Thiago Yukio Guenka Campos e como subcoordenador científico o defensor público Marcel Mangili Laurindo. 

Thiago Yukio Guenka Campos é defensor público do Estado desde 2013; professor de Direito Penal na Univali desde 2015. Bacharel em Direito pela Univali (2010), é pós-graduado em Direito e Processo Penal pela Escola Superior do MPSC (2014) e em Direito Constitucional pela Univali (2015), e mestre em Direito pela UFSC (2019). Marcel Mangili Laurindo é defensor público do Estado desde 2013; bacharel em Direito pela UFSC (2009), mestre em Sociologia Política (2015) e doutorando em Direito, também pela UFSC.

De acordo com Thiago Yukio Guenka Campos, a reunião serviu para aproximar o CECADEP com os Núcleos Especializados e traçar planos comuns. “Discutimos como implementar as atividades e aprimorar tanto a atuação da Defensoria Pública quanto dos seus integrantes, defensoras e defensores, servidoras e servidores, estagiários e estagiárias. O CECADEP tem também a função de produzir conhecimento, realizar pesquisas científicas e eventos que interessem à Defensoria Pública e aos assistidos, e servir como órgão de ligação entre os Núcleos Especializados e suas demandas estratégicas”, afirmou.

O Defensor Público-Geral, Renan Soares de Souza, a Subdefensora Pública-Geral, Dayana Luz, e o coordenador científico do CECADEP, defensor público Thiago Yukio Guenka Campos

O Defensor Público-Geral destacou a importância do CECADEP na formação em direito da própria sociedade catarinense em alguns temas que são relacionados à realidade institucional da Defensoria Pública, especialmente aqueles que envolvem a atuação das defensoras e defensores nas áreas dos direitos humanos e o acesso à justiça. “O Centro de Estudos vai auxiliar na coordenação de políticas e estratégias da Defensoria Pública por meio de ferramentas de pesquisa, coleta e gerenciamento de dados voltados à capacitação e disseminação do conhecimento. Também vai promover a capacitação de servidores, estagiários e membros da instituição por meio de palestras, estudos, conferências e outros debates de interesse institucional”, disse Renan Soares de Souza.