Defensoria Pública participa da campanha do Novembro Azul

Defensoria Pública participa da campanha do Novembro Azul

06/11/2020 Notícias 0

Assim como aconteceu no Outubro Rosa com relação às mulheres, a Defensoria Pública do Estado de Santa Catarina pede atenção dos homens quanto à sua saúde e participa da campanha do Novembro Azul, de prevenção ao câncer de próstata. A instituição colocou no topo da home do seu site o laço azul que simboliza a campanha que foi iniciada em 2003, na Austrália, e que chegou ao Brasil em 2008, pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).

“Órgãos públicos e sociedade civil precisam estar engajados no apoio à campanha de conscientização do público masculino quanto ao câncer de próstata. A campanha do Novembro Azul serve não só como alerta, mas traz informações que ajudam na prevenção da doença”, afirma do Defensor Público-Geral, Renan Soares de Souza.

Este ano, a campanha Novembro Azul chama a atenção para o número de casos anuais de câncer de próstata do Brasil, uma média de 65.840 novos casos estimados para o biênio 2020-2022, de acordo com as estatísticas do Instituto Nacional do Câncer (INCA).

O câncer de próstata é o tipo de câncer mais incidente em homens. A próstata é uma glândula localizada abaixo da bexiga, à frente do reto. Ela produz até 70% do sêmen, sendo indispensável para a fertilidade. A maioria dos casos ocorre em homens com mais de 65 anos de idade, por isso, exames preventivos devem ser iniciados por volta dos 45 anos. Nas fases iniciais, o câncer de próstata não causa sintomas, fazendo com que aproximadamente 95% dos casos já estejam em um estágio muito avançado quando seus primeiros sinais aparecem.