Defensoria recomenda a suspensão da vacinação de grupos não prioritários em Florianópolis

Defensoria recomenda a suspensão da vacinação de grupos não prioritários em Florianópolis

07/05/2021 Notícias 0

A Defensoria Pública de Santa Catarina recomendou ao Município de Florianópolis e à Secretaria Municipal de Saúde a suspensão da vacinação de grupos não prioritários, como profissionais de saúde que não atuem em locais que estejam incluídos no CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde), tendo em vista a escassez de imunizantes.

A recomendação foi feita pela coordenadora do Núcleo da Infância e Juventude, Direitos da Pessoa Idosa e da Pessoa com Deficiência – NIJID, defensora Sharon Simões, e pela coordenadora do Núcleo de Cidadania, Igualdade, Diversidade, Direitos Humanos e Coletivos – NUCIDH, defensora Ana Paula Fischer.

De acordo com as defensoras públicas, é notória a insuficiência das doses disponibilizadas para a imunização da integralidade dos destinatários, de acordo com o planejamento da vacinação que exige a imunização de forma prioritária a grupos que apresentem efetivo risco de internações e óbitos, conforme diretrizes nacionais e estaduais.