No lançamento do Movimento das Mulheres Municipalistas da FECAM, coordenadora do NUDEM destaca necessidade de prefeituras lutarem pela ampliação da Defensoria Pública

No lançamento do Movimento das Mulheres Municipalistas da FECAM, coordenadora do NUDEM destaca necessidade de prefeituras lutarem pela ampliação da Defensoria Pública

26/11/2021 Notícias 0

Na manhã de hoje, a coordenadora do NUDEM – Núcleo de Promoção e Defesa dos Direitos das Mulheres, da Defensoria Pública de Santa Catarina, defensora Anne Teive Auras, participou do lançamento do Movimento de Mulheres Municipalistas, promovido pela Federação Catarinense de Municípios, uma iniciativa para o enfrentamento à violência contra as mulheres e um incentivo à participação feminina na política institucional.

O evento contou com a presença de prefeitas, vereadoras e secretárias de todo o Estado e faz parte de um esforço para aumentar a representatividade das mulheres nos espaços políticos e de decisão. A primeira mesa de debates foi composta pela desembargadora Salete Sommariva, representando o TJSC, e a defensora pública Anne Auras, representando a DPESC. 

No painel, a defensora falou sobre as políticas de enfrentamento à violência e, também, da importância de se dar efetiva implementação aos dispositivos da Lei Maria da Penha que determinam a existência de uma rede de assistência à mulher em situação de violência. A coordenadora do NUDEM enfatizou a importância da assistência jurídica gratuita, para que a mulher possa conhecer os seus direitos e ter acesso à justiça, destacando a necessidade de os municípios lutarem pela ampliação e estruturação da Defensoria Pública em todas as comarcas do Estado, para a efetivação desses direitos.

Além da defensora pública, a mesa de autoridades foi composta pelo presidente da FECAM, Clenilton Pereira (prefeito de Araquari), as deputadas federais Carmen Zanotto e Caroline de Toni, a desembargadora Salete Sommariva, a ex-prefeita de São José, Adeliana Dal Pont, a prefeita de Cunha Porã, Luzia Vacarin, e a vereadora Disneia de Marco Tonial, de Joaçaba.