NUDEM pede informações à universidade sobre normativa que restringe vestimentas de funcionárias e terceirizadas

NUDEM pede informações à universidade sobre normativa que restringe vestimentas de funcionárias e terceirizadas

31/03/2021 Notícias 0

A coordenadora do Núcleo de Promoção e Defesa dos Direitos das Mulheres –  NUDEM, da Defensoria Pública do Estado de Santa Catarina, defensora Anne Teive Auras, instaurou notícia de fato e expediu um ofício ao reitor da Univali, Valdir Cechinel Filho, solicitando informações a respeito de uma instrução normativa restringindo o uso de vestimentas por parte de funcionárias e terceirizadas da instituição de ensino.

Segundo informações veiculadas pela imprensa, a instrução normativa expedida pela presidência da Fundação Univali teria vetado o uso de “roupas coladas ao corpo, com decotes grandes ou em tecidos transparentes, sem mangas ou alças e as curtas, assim consideradas as saias, vestidos, shorts ou bermudas acima do joelho e as blusas e camisetas que exponham o umbigo”, além de “blusa ou camiseta que não esconda as costuras e alças da lingerie, bem como o uso de mini blusas, mini saia, shorts e camiseta regata”.

O NUDEM da Defensoria Pública de SC quer saber se, caso isso seja confirmado, quais foram os motivos para as restrições às vestimentas das mulheres, solicitando, no prazo de cinco dias, que também seja encaminhada a normativa, na íntegra, para fins de instrução de procedimento administrativo.