Toma posse a nova defensora pública substituta Paula Canal Fávero

Toma posse a nova defensora pública substituta Paula Canal Fávero

29/03/2021 Notícias 0

A defensora pública substituta Paula Canal Fávero tomou posse na tarde desta segunda-feira, 29 de março, nos quadros da Defensoria Pública do Estado de Santa Catarina. A solenidade foi realizada no gabinete do Defensor Público-Geral, Renan Soares de Souza, que deu as boas vindas à nova defensora pública, e contou com a participação da Subdefensora Pública-Geral, Dayana Luz, da Corregedora-Geral em exercício, defensora pública Glenda Rose Gonçalves Chaves e do presidente da Associação das Defensoras e Defensores Públicos de SC – ADEPESC, defensor público Tauser Ximenes Farias.

Natural do Espírito Santo, Paula Canal Fávero, 35 anos, é filha do também defensor público capixaba Sérgio Fávero, que participou da solenidade por videoconferência desde Nova Venécia, junto com a esposa Idalza Rita Canal. Seu irmão, Artur Fávero, também ingressou nos quadros da Defensoria Pública do Espírito Santo em 2019.

O pai da defensora, o também defensor público capixaba Sergio Fávero, participou da solenidade por videoconferência

Logo após assinar o termo de posse, Paula Canal Fávero disse se sentir muito honrada em ingressar na Defensoria Pública de Santa Catarina. “Acompanho a história da Defensoria Pública desde que meu pai entrou para a instituição, há quase 15 anos. Uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas apontou que a Defensoria Pública é a mais reconhecida pela população, dentro do sistema judiciário, justamente porque o exercício de defensorar não se faz friamente, se faz em nome das pessoas mais necessitadas, as mais vulneráveis, principalmente num momento como este que vivemos, de crise social, sanitária e econômica sem precedentes. Ser defensor é fazer jus ao que se entende por servidor público, pois o que fazemos é servir às pessoas”, disse a nova defensora pública substituta, que está grávida de uma menina e foi acompanhada, na solenidade, pelo marido, o professor Leonardo Moreira Brum.

Emocionado por ver a filha tomar posse na Defensoria Pública catarinense, o defensor público capixaba Sérgio Fávero disse que sua família vivia um momento muito especial. “Um pedaço de nós escolheu morar em Santa Catarina, um sonho de vida que se concretiza, depois de muita luta, muito estudo, muitas noites debruçadas sobre livros. Hoje, minha filha Paula me dá a honra de ser agora minha colega, numa instituição que foi criada para fazer o bem. Desejo que ela possa fazer com que os catarinenses que dependem da Defensoria Pública possam ter uma vida mais justa, mais digna e mais decente”, afirmou o pai da defensora, que pediu aos colegas catarinenses que “cuidassem bem” de sua filha.

A Corregedora-Geral em exercício, Glenda Rose Gonçalves Chaves, disse que a instituição ganha muito com a força que trazem os novos defensores e desejou a Paula Canal Fávero uma boa chegada a Santa Catarina, que tão bem acolhe quem vem de outros estados, como ela própria, que é de Minas Gerais. O presidente da Adepesc, Tauser Ximenes Farias, afirmou que sequer poderia imaginar a emoção dos familiares da nova defensora. “Em nome da associação, desejo boas vindas à nova colega, que com certeza trilhará o mesmo caminho do pai e do irmão em favor das pessoas mais necessitadas”. Para a Subdefensora Pública-Geral, Dayana Luz, a instituição se renova com a chegada de novos defensores. “Ser defensor público parece estar no DNA da família e, quem sabe, essa menina que está por nascer, no futuro, possa seguir os passos do avô e do tio”, afirmou.

O Defensor Público-Geral, Renan Soares de Souza, lembrou o momento delicado que o país vive em função da pandemia e aproveitou a solenidade para registrar a solidariedade da instituição com as famílias que perderam seus entes para a Covid-19. “Ao mesmo tempo, nos alegramos muito com a posse da doutora Paula, pois vejo a Defensoria Pública se afirmando muito, a duras penas, lutando pelos desvalidos, pelos vulneráveis, que muitas vezes são invisíveis. A Defensoria Pública tem um lado, o dos mais fracos e tenho certeza de que garra e força de vontade nunca vão faltar aos defensores. Desejo que a doutora Paula seja muito bem-vinda ao nosso Estado”, disse. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *