Vigilância Epidemiológica acolhe solicitação da Defensoria para que municípios promovam a busca ativa das pessoas em situação de rua para vacinação contra a Covid-19

Vigilância Epidemiológica acolhe solicitação da Defensoria para que municípios promovam a busca ativa das pessoas em situação de rua para vacinação contra a Covid-19

14/07/2021 Notícias 0

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica – DIVE, da Secretaria Estadual de Saúde, acolheu solicitação realizada pelos núcleos especializados de Cidadania, Igualdade, Diversidade, Direitos Humanos e Coletivos –  NUCIDH e da Infância e Juventude, Direitos da Pessoa Idosa e da Pessoa com Deficiência – NIJID, da Defensoria Pública de Santa Catarina, junto com a Comissão Temporária para Enfrentamento da Pandemia – CTEP, e reforçou, por meio da Nota Técnica nº 33, divulgada na semana passada, a orientação para que as secretarias municipais de saúde façam a busca ativa das pessoas em situação de rua para que elas sejam imunizadas contra a Covid-19.

Os municípios receberam cerca de 5 mil doses de vacinas para serem aplicadas na população em situação de rua, no entanto, segundo os dados obtidos pela Defensoria Pública, até o dia 2 de julho, apenas 930 pessoas haviam sido imunizadas.

Além da busca ativa, a Nota Técnica da DIVE também acatou solicitação da Defensoria Pública ao reiterar a importância dos municípios promoverem um esforço no sentido de imunizar o maior número possível de pessoas em situação de rua, de preferência utilizando o imunizante de dose única feita pelo laboratório Janssen, quando disponível novamente, como forma de otimizar a vacinação, tendo em vista as dificuldades para realização da segunda dose nesta população.